casgrande

Conselho Agropecuário do Sul se reúne em São Paulo

A 34a Reunião Ordinária do Conselho Agropecuário do Sul (CAS) aconteceu no dia 29 de agosto, em São Paulo (SP), com a presença dos ministros da Agricultura do Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai, e do secretário de Pecuária, Agricultura e Pesca da Argentina.

Participaram Juan Carlos Baruja, ministro da Agricultura do Paraguai, na qualidade de presidente pro tempore do Conselho; Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil; Carlos Furche, ministro da Agricultura do Chile; Tabaré Aguerre, ministro da Pecuária, Agricultura e Pesca do Uruguai; e Ricardo Negri, secretário de de Pecuária, Agricultura e Pesca da Argentina.

O encontro ocorreu juntamente com o Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (Siavs 2017), promovido entre 29 e 31 de agosto, no Anhembi. As autoridades do CAS e diretores da Rede de Coordenação de Políticas Agropecuárias (Redpa) participaram da abertura do Salão, realizada por autoridades locais, estaduais e legislativas do Brasil, ainda com a presença do setor privado.

Hernán Chiriboga, Representante do IICA no Brasil e coordenador da Região Sul, também participou do encontro. Chiriboga destaca que o evento proporcionou um ambiente favorável ao diálogo. “Diferentes setores produtivos puderam manifestar suas inquietações e necessidades diretamente aos ministros, o que facilitará o comércio e o fluxo de produtos agropecuários na Região”, afirmou.

Durante a reunião ministerial, os ministros receberam representantes do setor privado, que apresentaram suas visões sobre o panorama de suas respectivas áreas. Participaram a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Associação das Empresas de Biotecnologia na Agricultura e na Agroindústria (Agrobio), Associação Brasileira de Produtores de Milho (Abramilho) e Associação Brasileira da Indústria de Trigo (Abitrigo).

Declarações
Como resultado do diálogo ministerial, foram assinadas três declarações. A primeira delas versou sobre a Negociação na Organização Mundial do Comércio (OMC) e foi elaborada tendo em conta a XI Conferência Ministerial da OMC que será realizada de 10 a 13 de dezembro, em Buenos Aires, Argentina. Os ministros declararam seu compromisso em enfrentar as políticas comerciais protecionistas do setor agrícola e alimentar, estimulando a busca de regras de comércio não discriminatórias, mais justas, transparentes e abertas, que irão favorecer o desenvolvimento da agroindústria da região e contribuirão à segurança alimentar mundial. Além disso, se comprometeram a trabalhar de forma coordenada para evitar a adoção e aplicação de restrições arbitrárias e injustificadas no comércio sob a forma de medidas sanitárias ou fitossanitárias, assim como de normas técnicas estabelecidas de forma inconsistente com as regras da OMC.

A segunda declaração tem foco nas Ações conjuntas para o controle da influenza aviária. Os ministros declararam a necessidade de apoiar a estratégia elaborada pelo Comitê Veterinário Permanente (CVP), intensificando os esforços de cooperação, ações de prevenção e controle da influenza aviária, seguindo as normas da Organização Mundial de Saúde Animal.

As Novas tecnologias de melhoramento e acesso de produtos Geneticamente Modificados (GMs) a terceiros mercados foram o tema da terceira declaração, em que os ministros reforçaram a necessidade de que os países da Região trabalhem conjuntamente para intensificar o intercâmbio de informações na aprovação de produtos GMs, buscando reduzir as dissonâncias na aprovação destes organismos na Região. Além disso, procuraram promover a aprovação de eventos de interesse regional em terceiros mercados.

As Declarações completas podem ser acessadas no seguinte link: http://www.consejocas.org/resultado-reuniones/?_sft_category=xxxiv-ro-cas

Com informações de: http://www.consejocas.org/