eletrobrasfora

Livro narra trajetória da eletrificação rural no Brasil

Trabalho foi desenvolvido como parte da cooperação técnica entre IICA e Eletrobras

O Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) participou, no dia 15 de março, do lançamento do livro “Eletrificação rural no Brasil: uma visão histórica”. A obra é fruto do trabalho desenvolvido no âmbito da cooperação técnica entre IICA e Eletrobras. Nela, são contados os principais desafios e as etapas para a implantação dos serviços de eletricidade no meio rural brasileiro, em paralelo com a trajetória de desenvolvimento do setor elétrico no país.

Da esq. para a dir.: Hernán Chiriboga, Representante do IICA Brasil; Celson Frederico Corrêa Santos, diretor Nacional do PCT; Mario Santos, presidente do Centro da Memória da Eletricidade no Brasil; Renata Falcão, superintendente de Programas de Governo da Eletrobras

Da esq. para a dir.: Hernán Chiriboga, Representante do IICA Brasil; Celson Frederico Corrêa Santos, diretor Nacional do PCT; Mario Santos, presidente do Centro da Memória da Eletricidade no Brasil; Renata Falcão, superintendente de Programas de Governo da Eletrobras

O livro está dividido em três capítulos: o primeiro remonta aos primeiros debates sobre o tema e às iniciativas pioneiras de cooperativas e concessionárias, destacando a adoção do modelo cooperativista pelo Estatuto da Terra em 1964 e a elaboração do primeiro programa nacional de eletrificação rural. O segundo capítulo analisa os programas federais e estaduais realizados entre 1970 e 2000, a expansão do acesso à energia elétrica no campo e o persistente déficit nas áreas menos desenvolvidas e de difícil acesso das regiões Norte e Nordeste. Já o terceiro e último capítulo examina o grande avanço do atendimento à população rural mais pobre no período de 2000 a 2015, com as ações da lei de universalização.

A superintendente de Programas de Governo da Eletrobras, Renata Leite Falcão, que representou no evento o presidente da empresa, Wilson Ferreira Junior, destacou a importância do Programa Luz para Todos no processo de inclusão social a partir da eletrificação. “Não se pode falar em eletrificação rural sem destacarmos o papel desempenhado pelo Programa Luz para Todos, coordenado pelo Ministério de Minas e Energia e executado pela Eletrobras. Desde sua criação, em 2003, o programa beneficiou 3,3 milhões de famílias, o que representa cerca de 16 milhões de brasileiros que passaram a ter acesso a esse serviço público essencial em suas casas”, destacou Renata.

Avanço da energia elétrica
Os obstáculos nos processos de eletrificação rural, não só no Brasil, mas também nos EUA, na França e no Canadá, têm origem no pequeno interesse das concessionárias elétricas na prestação do serviço fora dos grandes centros, ocasionado pelos altos custos técnicos de instalação e distribuição, associados à baixa densidade demográfica e à natureza sazonal do uso elétrico no campo.

Em todos os países, foi somente com o incentivo estatal que a maior parte das lavouras e domicílios rurais passaram a contar com energia elétrica, possibilitando não só a modernização da agricultura e o aumento da produtividade, por meio do uso crescente de processos mecânicos, mas também a maior qualidade na vida doméstica rural.

No Brasil, o uso da eletricidade ganhou impulso no início do século 20, com a multiplicação de empreendimentos de geração de energia elétrica, especialmente no Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Ainda assim, em 1940, só 47,2% dos domicílios urbanos e 2,4% dos rurais tinham acesso à eletricidade, percentual que deu um salto em 70 anos: em 2010, os índices eram de 99,1% e 92%, respectivamente.

O livro “Eletrificação rural no Brasil: uma visão histórica” é ilustrado e bilíngue (português e espanhol) e apresenta resultado de extensa pesquisa desenvolvida pela Centro da Memória da Eletricidade no Brasil. Entidade cultural sem fins econômicos, o Centro foi instituído em 1986 por iniciativa da Eletrobras, e é mantido por empresas e órgãos do setor elétrico brasileiro. Seu objetivo é preservar a história da formação e do desenvolvimento da indústria da eletricidade no país.

Com informações de www.eletrobras.com
Fotos: William Mattos/Memória da Eletricidade